Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 3, 2011

post atrasado...

...desculpa pelo atraso de hoje, ELA... figuras reproduzidas

Pois é, às vezes o tempo fecha...e a conexão dá mil problemas...e como você tem que sair para trabalhar, mesmo no sábado, o post fica atrasado, mas aqui está o nosso espaço preenchido como um beijinho delicado mas que deixa o selo, a marca, a resposta de que alguém lembra de gente...


E como já está anoitecendo, deixo aqui um lembrete: hoje é dia de sair, de tirar a sorte, de cair na farra, de descansar, até de sonhar quietinha se for o caso...Mas não deixe de sair de dentro de si mesma...e se não for possivel, mergulhe lá no fundo...abra os olhos e veja o centro de tudo, sua essência e, quem sabe, vai obter respostas bem legais...

Não vou ocupar o tempo que tenho escrevendo muitas linhas, apenas para confirmar que a responsabilidade e o respeito com o próximo é tudo na vida...a credibilidade, a verdade...e por aqui estou para fazer o meu papel, assim como tento fazer na vida e você, querida, se tem algo pendente por aí, dá um …

princesa ou borralheira...

...sou princesa, uso salto, vejo o mundo com a cabeça erguida, coroada e de cima para enxergar bem os meus melhores sonhos... figuras reproduzidas

Tenho meus dias de princesa...são tão bonitos e interessantes...eu suspiro, fico me olhando no espelho e a minha imagem é sempre tão bela. Entre as páginas de um livro pessoal de contos de fada invento detalhes,me sinto tão amada, choro e depois de um beijo do principe encantado tudo se modifica. Nada me faz ficar triste, nada me deixa na cama inerte e distante da felicidade.

Mas tenho meus dias de borralheira...e entro em contato com as minhas "manchas" profundas...as mazelas que ficam ali persistindo em me dar retorno do que não gosto de "escutar"...É verdade, me vejo no espelho de água e me sinto feia, descuidada, percebo defeitos que nem existem...e aí sim, choro de verdade...

Mas em muitos anos de vida sou aquela mulher que tem o misto de uma e outra. A que usa a coroa de diamantes e depois veste alguns retalhos, mas

e o que é justo no amor?...

..."ela" finge que não vê...mas quem é assim adora viver na corda bamba... figuras reproduzdias

Ficaria por aqui por muitas frases escritas para refletir sobre esse tema. É fato que falar sobre o amor é algo subjetivo e complexo, mas tem certas coisas em relação a esse sentimento que não podem ser deixadas de lado.

"Um amor justo é um amor querido, sujeito a todas as etapas que precedem a realização" por beth valentim no livro "Essa tal Felicidade".
E o que seria justo? O que não é injusto? E como definir o injusto?
Ah, quantas perguntas sem respostas, não é mesmo? Mas uma coisa é certa - Amor tem que ter sua base no respeito. As verdades devem ser escancaradas mesmo que doam. E as omissões, bem, que sejam porque são fincadas na proteção do outro, de quem queremos bem e jamais desejamos machucar. Mas que sejam minimas, e, jamais densas.

E se uma ferida é aberta no amor, não tem como fechar bem fechada. Ela sangra vez ou outra e quando isso acontece o amor an…

a emoção de uma mulher...

...afetos e delicadezas... ...essas somos nós... figuras reproduzidas
"A vida de uma mulher é a história de seus afetos." Washington Irving (1783-1859), escritor americano.

E quem disse que somos vazias, ansiosas demais e subjetivas ao extremo?
Que adoramos conversas tolas, ingenuas lembranças, beijos românticos e vestidos de seda.
E com as delicadezas do que ficou em nossas histórias conseguimos entender o presente, explicar o inexplicável e nos convencer de que algo impossível possa acontecer.

A vida de um mulher é realmente a história dos seus afetos...Afetos que nos deixam vivas, alimentadas pelos desejos e que nos possuem com suas garras fortes...as mesmas que nos apertam quando deliramos em corpos gostosos, macios e recheados de paixão.

A vida de uma mulher é a obra prima...O avesso do avesso...a pele virada e transtornada...e quem quiser entender uma de nós, fique atento, você homem que nos consome e ao mesmo tempo nos agita de tanta emoção.

Somos assim...com a vida como um

poucas palavras...

...quem sabe, hoje, um pouquinho de mim já diria quase tudo... figuras reproduzidas


O vento batendo forte no rosto... A vida me tirando do sério... As manias se intensificando... Os olhares dando o que falar...
Palavras confusas como a mente de uma mulher delirante... Sinais de fumaça dizendo que algo novo pode acontecer, aliás, dizem que está chegando perto... Meu coração se desfaz quando lê algo que toca suas fofas carnes vermelhas...e eu, como qualquer ser feminino que parece desfalecer diante de algumas perdas e de multiplos ganhos...
Poucas palavras dizem mutias coisas...E hoje por aqui elas estão escondendo o jogo, ou não...vai depender der sua sensibilidade, querida, em saber decifrar o "A" de amor....o "F' de felicidade...por que o "T" de tristeza "já deu"...
 Espero que seus próximos dias sejam melhores e que essas poucas letras multipliquem a curiosidade de desvendar melhores passos...porque os meus estão a toda... bjks de amor beth valentim

mulher que não deseja enxergar...

...é melhor tirar a venda dos olhos para não ficar depois de boca aberta diante das verdades... figuras reproduzidas


A carne treme mas o meu coracao diz: 'nao vai...' A nitida certeza de que é uma furada, mas a carne viva e ja tão dolorida de anos de sofrimento, engana a visão, os sentidos e até o espirito.

E você vai com tudo. O sorriso aberto e os poros dilatados para receber o que for preciso...ou o impreciso...como discernir? Embora todos os fatores apontem o fogo cruzadovocê veste qualquer escudo pesado para enfrentar as barbaridades de uma relacão.

Que coisa, querida, como você está com os olhos vendados e sequer consegue se defender da bala perdida que está prestes a perfurar a sua essencia. O seu orgulho de mulher...a dignidade feminina se expondo tanto e por que?

Ja te falaram que o amor protege? Oferece paz? Não? Então, escute: esse amor bandido que vive tem cheiro de vazamento...verdade...de coisa ruim e que faz com que seus pulmões não respirem direito...que dirá a

dia de pernas para o ar...

figura reproduzida
Domingo...sempre ele, esse dia tão especial. Tem gente que não gosta, mas é preciso fazer desse dia algo novo e o projeto dos outros...

Saia de casa, querida, e, se não der, leia uns bons trechos de um livro, revista, assista a um bom filme ou deseje com a mente firme os próximos momentos de sua vida como os melhores...Seriam mesmo? O que importa? O melhor de tudo é poder ter esperança e em um dia de pernas para o ar dá para rearrumar alguns pensamentos e parar de ficar pensando no que já se foi...

Corra, caminhe, pedale...sei lá o que pode fazer por você...só não dá é ficar chorando o leite derramado...
bjks de amor
beth valentim