Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 28, 2016

Quando o amor acontece...

De repente você está só e já não pensa no amor. Acredita que esse sentimento se foi, deixou saudade e que saudade. Senta em algum lugar e percebe um olhar. Algo que faz apertar o peito de jeito. Levanta os cílios e tem certeza que realmente alguém notou seu coração, aquele que está descansando há um bom tempo e sem direção tem preferido ficar isolado.
Medo.
Desacertos.
O que acontece em todo esse tempo de vida que a alma fica fria, quase gelada e quase desistiu de tudo?

Pois é, e de repente essa pessoa senta ao seu lado. Pergunta seu nome. diz que você o encanta.

Emoção.
Total desespero, porque não sabe o quê dizer...Faz tanto tempo que uma pessoa deixou esse lugar  nesse banco de praça. Deixou tanta saudade de tudo, dos carinhos macios, dos beijos suaves e cheios de desejo....O que fazer agora quando esse momento chega de novo...

Quando o amor acontece a vida se abre, diz que deseja sentir, sim, sentir de novo e amar e ser amada. Que tem medo, mas não pode fugir. Que um dia após o outro já …

Não existe por do sol ou nascer do sol para perdoar...

Livre-se da dor da angústia que te consome.... figura reproduzida
Todo dia é dia de fazer o bem, não existe por do sol ou nascer do sol para perdoar. Mesmo sendo a situação absurda, o jeito é entender que os fracos são os mais agressivos, porque defendem-se de suas pobrezas como se fossem riquezas.

Fizeram mal a você?
Ah mas não é a única pessoa a passar por isso. Tem gente que pisa, deixa de lado um passado bacana e por nada ou quase nada. Desqualifica os amigos. Deixa de procurar sem piedade e exclui pessoas, porque ainda, escute bem isso, não chegou seu dia de ser excluído.

Viver é mesmo ter um pote de cada coisa guardado. Um pote de mágoas, de tristezas, de alegrias, de conquistas e por aí vai, mas ser feliz é algo do valioso e somente aqueles que entendem que superar é o passo crucial para uma vida feliz, conseguem obter esse tipo de pote, o da felicidade.

Não existe mesmo por do sol que possa te fazer melhor e sair por aí perdoando os que tem fizeram mal, sequer nascer do sol. Existe …

Um dia de fé...

Tem coisas que não se explicam e uma delas são os mistérios de Deus. Com certeza são sempre lindos e para mim, sempre me surpreendem.

Acordei com a alma lavada, o espírito sossegado, sim, ontem li um Salmo belíssimo e não conhecia e ainda mais como o "Salmo do Socorro". Mais um mistério de Deus, porque preciso tomar uma decisão e séria e Ele simplesmente me dá essa Palavra.

É esse, Salmo 121...E li tudo sobre ele, as explicações passo a passo dos versículos e confesso, minhas lágrimas rolavam na face sem controle...Lindo! Profundo! 

Sempre fico constrangida com o amor de Deus por mim e só tenho a agradecer por Sua bondade comigo.
Agradeça!
Reze!
Creia que tudo vai dar certo!
Não se desespere!
Entenda o medo, porque ele tem lá suas boas causas.

E se você conseguir ler, aqui está  o link: http://www.igrejabatistaaguaviva.com/4o-dia-salmo-121-o-salmo-do-socorro/ e que vi pela internet e fiquei adoravelmente feliz. Essa pessoa é evangélica, sou católica, mas todos somos Cristãos e amamos…

Recadinho...

Se a vida estiver ao seu alcance é porque é preciso fazer certos ajustes. Ajustes nos desafios, na força de seguir em frente e deixar de lado o acomodar-se em qualquer esquina.
Beijos
Beth Valentim

De pernas para o ar...

O melhor do domingo é ser despertado por alguém que te chama e quer sua companhia. Divertir-se. Almoçar juntos. Conviver. Trocar. Afetos. Amores. Isso é realmente o lado bom da vida. Ela nos oferece oportunidades e temos que aproveitar. Aproveitar todos os minutos, porque ficar sentando pensando nos problemas, acredite, eles só aumentam.
Domingo é dia de sair por aí sem destino, viver o agora, pensar em coisas boas e olhar o sol, a natureza, as flores, o mar e seja onde você estiver, saiba que existe um lugar para você curtir, ser feliz e deixar de lado o que não vai agregar felicidade.
Bom domingo!
Desperte para o lado bom da vida!
Beijos
Beth Valentim